Dra. Flávia Caparroz e Dra. Larisssa Cannizza


ARTIGO | DERMATOLOGIA
Dra. Flávia Caparroz | Dra. Larissa Cannizza
Foto: Milton Flávio


FIOS DE PDO E SEUS BENEFÍCIOS PARA A PELE

SEM LEGENDA

Dra. Flávia Caparroz – Médica Dermatologista - CRM 125.274 | RQE 48059 
Dra. Larisssa Cannizza - Médica Dermatologista-  CRM 118.957 - RQE 29476   

Conhecidos como fios de polidioxanona, os fios de PDO têm como objetivo a suspensão dos tecidos, promovendo um efeito lifting não cirúrgico da face, do pescoço e de algumas regiões corporais. Além disso, estimulam a síntese de colágeno e têm efeito preenchedor, diminuindo a flacidez e as rugas na região tratada.
O procedimento é realizado em consultório médico sob anestesia local e os fios são inseridos separadamente com o auxílio de uma agulha e, em seguida, tracionados e reposicionados manualmente pelo médico.

As principais indicações dos fios de PDO são:

·  Melhorar a flacidez e rugas da face e pescoço;

·  Definir o contorno da mandíbula;

·  Levantar a cauda das sobrancelhas;

·  Melhorar o sulco nasogeniano (“bigode chinês);

·  Diminuir as ruguinhas ao redor dos olhos e acima dos lábios;

·  Melhorar linhas e flacidez do colo;

·  Minimizar a flacidez supraumibilical (“umbigo triste”).

Quando são utilizados os fios de tração, o resultado é imediato com acomodação total dos tecidos em até 15 dias. Nos fios para bioestímulo de colágeno e melhora da qualidade da pele, o efeito poderá ser notado após dois meses do procedimento. O efeito final dura aproximadamente um ano e os fios de PDO são completamente reabsorvidos pelo organismo, sendo uma técnica bastante segura e com baixo risco de eventos adversos graves quando realizada por profissionais capacitados e experientes.
A pele deve estar íntegra (sem machucados ou infecções) no momento da colocação dos fios de PDO e os possíveis efeitos colaterais incluem: vermelhidão, discreto inchaço, pequenos hematomas nos locais de aplicação e dores leves, que costumam desaparecer entre 2 e 5 dias.
O paciente pode retornar imediatamente as suas atividades cotidianas, porém os principais cuidados após o procedimento incluem:

·  Evitar movimentos faciais excessivos ao mastigar, conversar ou bocejar;

·  Não massagear a pele e dormir preferencialmente com o rosto virado para cima nas primeiras semanas;

·  Atividades físicas são liberadas desde que não haja trauma local ou impacto vigoroso

·  Cuidados básicos de higiene para evitar infecções;

É importante destacar ainda que os fios de PDO podem e devem ser associados a outros procedimentos dermatológicos, como toxina botulínica, preenchimentos com ácido hialurônico e ácido poli-láctico e lasers, garantindo um resultado final natural e harmonioso. 











Aqui: SAÚDE - 31